1 ANO DE MUDANÇA…


E um ano já passou desde que iniciei este projecto tão forte e com tanto para transformar!

O caminho nunca foi fácil, nem vai ser certamente, mas o que temos conquistado e alcançado ao loango destes doze meses, destas 10 edições, só me pode deixar muito muito feliz!

Grata por todos aqueles que acreditaram e continuam a acreditar neste verdadeiro movimento! E que se juntam a nós, para se encontrarem na sua plenitude. A equipa é vencedora, munida de espirito de entrega e sacrifício. E todos os que nos acompanham e constroem esta grande comunidade, de quase 3000 pessoas, são realmente especais. E corajosos. Porque procuram a mudança. Não têm medo dela, nem do seu manifesto.

” Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.” – Gandhi

Só unidos seremos mais fortes, mais capazes e maiores nesta grande mudança. E já conseguimos derrubar tantas barreiras e ultrapassar tantas resistências… E conseguimos já de Lisboa chegar ao resto do País, com o Porto e a Madeira que já se juntaram a nós. Teremos a apresentação de novidades, parcerias e perspectivas de crescimento!

Por isso mesmo, no dia 27 de Novembro, entre as 10 e as 12 horas junta-te a este encontro criativo único, e celebra connosco 1 ANO DE MUDANÇA…

Faz parte desta mudança e luta! Porque tu és um CHANGER!
Teremos CHANGERS internacionais e que nos vão inspirar ainda mais!
Para continuarmos este nosso caminho!

Inscreve-te aqui!
Até dia 27!

Ana Rita Clara
Idea Starter

10ª EDIÇÃO: A MUDANÇA CHEGOU

PCFD2015_AnaRitaClara_pressrelease_v10a-01Screen Shot 2015-10-22 at 23.14.02

Funchal

9ª EDIÇÃO: O LUGAR DO MULTICULTURALISMO

01
Voamos sobre o Atlântico e aterramos na ilha da Madeira para criar a diferença perante uma audiência ávida de partilha, inovação e perspectivas empreendedoras.

Este convite do Encontro Internacional da Economia Criativa Lusófona da Madeira é o resultado de trabalho e dedicação consistentes. Ao longo de quase um ano de entrega, criamos uma comunidade e um Movimento que pretende instigar os portugueses para a mudança e para potencializarem as suas vidas. Mas sem nunca esquecermos a parte prática e funcional do projecto, com medidas, planos e ferramentas estruturadas.

 

Nesta 9ª edição do Encontro Criativo ‘Change IT’, foram muitos os presentes que não saíram dos seus lugares, atentos a todas as conversas, opiniões e histórias dedicadas ao tema ‘O Lugar do Multiculturalismo’.

E a participação também não se fez esperar. Para Maria Elisa Domingues, uma das ‘Changers’ presentes neste evento:

‘É a partir da mudança de mentalidades que o Mundo evolui. E que nos tornamos melhores pessoas.’

E se esta ‘Changer’ da Comunicação e do Mundo solidifica ainda mais a validade e a coerência deste Movimento, também Celina Pereira, diva da música cabo verdiana exaltou a necessidade de estarmos todos unidos nesta verdadeira rede para a transformação:

‘Podemos chegar mais rápido sozinhos, mas é juntos, que chegamos mais longe.’

Foram muitos os ‘Changers’ no palco do Jardim Municipal do Funchal, que de enorme em tamanho, pareceu pequeno, para tanta agitação interior. O ‘Change IT’ conseguiu, uma vez mais, quebrar barreiras e ideias. Conseguiu avançar para uma consistência adequada, com a criação de sinergias e parcerias fortes, que alicerçam a continuidade e o crescimento do próprio projecto.

A Multilingual Schools Foundation junta-se assim à ANJE, JAP, NOS ALIVE enquanto parceiros deste universo da Mudança e, nessa linha de desenvolvimento, assumem-se ainda os espaços fundamentais de formação como o ‘Atelier para a Criatividade’ da Academia ‘Change IT’ e o ‘Change IT Challenge’, com mentoria de José Luís Peixoto.

 

Mas as novidades não se ficam por aqui…

Depois do sucesso alcançado com esta 9ª edicão do ‘Change IT’, o Movimento não vai parar e segue até ao festival da sustentablidade, o GREENFEST, já no dia 10 de Outubro, no Community Factory. Para celebrarmos a 10ª edição da melhor maneira, em comunidade, num ambiente contagiante perfeito para discutir as ideologias necessárias à nossa mudança do agora.

 

Estamos a crescer todos os dias, mas contamos consigo nesta nossa comunidade!

Inscrevam-se para os próximos encontros, e juntem-se a nós! E já sabem, sejam Changers das vossas vidas!

8ª EDIÇÃO: DISRUPÇÃO

E conseguimos o que mais desejávamos: levar o “CHANGE IT” para um palco completamente diferente do habitual. Invadimos um festival de música. Que não é apenas um festival onde se instalam as melhores bandas do Mundo, procurado por gentes oriundas de todos os lados e sentidos. É o Festival Nos Alive. Um evento que procura sempre garantir a junção das sonoridades mais actuais, com a cultura contemporânea.

A celebrar os ritmos do momento, com os artistas mais reconhecidos e aguardados da actualidade, a arte urbana mais criativa e as novas tendências. E assim nasceu esta ligação perfeita. Uma sinergia fabulosa, entre este evento tão respeitado, com este verdadeiro movimento que suscita a mudança, e que instiga a essa mudança de mentalidades.

Agregando um espírito de independência e liberdade de vontades. E deste encontro de parceiros, nasceu então esta oitava e tão aguardada edição do CHANGE IT, formatando-se enquanto “CHANGE IT NOS ALIVE”, e dedicando este encontro criativo ao tema mais a propósito nesta realidade, “Disrupção – Aquilo que nos Faz Viver”.

E foi uma enorme honra e alegria, ver a zona vip do festival ficar cheia de inspiração, de novas crenças e atitudes naquilo que o novo futuro pode e deve reservar. Falamos sobre Disrupção, falamos sobre rompermos com normas e formatos estipulados socialmente. Falamos sobre acreditar, sobre não aceitarmos o não. Tivemos connosco changers maravilhosos e que colocam a sua fé também neste movimento que já é colectivo. Nomes como o empreendedor Álvaro Covões, a talentosa Ana Galvão, o capacitador Miguel Bica. E ainda, o artista belga que se mudou para Portugal por amor, Burry Buermans, o incrível Diogo Machado (Add Fuel), ou ainda, a contagiante Tamara Alves. E ainda a presença do changer Álvaro Costa, um nome incontornável da música e do meio artístico.

E a sala que se apresentava vazia, começou a encher, até a zona vip do festival parecer pequena para esta edição tão especial. Porque o CHANGE IT é isso mesmo. Desde Novembro de 2014 que iniciamos esta jornada para a mudança no nosso País. Para a inspiração dos portugueses, a partir daqueles que já a praticam nas suas vidas e nos lembram sempre que é possível sermos mais e alcançarmos os nossos sonhos, para os novos changers do futuro.

Procuramos motivar, instigar, alimentar essa capacidade inata e que vive em cada um de nós. De que juntos somos maiores. Somos mais. E poderemos até, com os encontros criativos, a mentorização, a formação (teremos em Setembro um Atelier de criatividade com um novo conceito de Learning by Feeling), os “Change IT Challenge”, e a orientação personalizada, alcançar o real valor daquilo que somos como seres humanos. EU acredito. TODOS os envolvidos acreditam. E já somos alguns… Mas queremos mais.

Foi realmente um sucesso e uma enorme honra aquilo que aconteceu no CHANGE IT NOS ALIVE. Pela primeira vez, um movimento invadiu um espaço como este, e tornou possível a troca de vivências e de espirito dentro de um evento que até agora, exaltava apenas a qualidade da música. Existe muito mais, e cada vez mais estes eventos de massas e de trendsetting, agarram estes novos sentidos e os projectos que realmente fazem sentido. Como o CHANGE IT.

A mudança continua a acontecer e cada vez mais instalada. Teremos muitas mais novidades, viajaremos até para fora das nossas fronteiras e contamos com todos vocês nesta comunidade e neste movimento. E já sabem, continuem a ser sempre changers das vossas vidas.

7ª EDIÇÃO: GO BEYOND YOURSELF

 

Estivemos no cinema São Jorge, em Lisboa, nesta sétima edição do Change It, desta vez em parceria com a Junior Achievement Portugal, realizamos o ‘Entrepreneurial Café powered by Change It‘, sobre o tema Go Beyond Yourself. Conversamos com Changers inspiradores e jovens oriundos de mais de 19 países!

A parceria com a Junior Achievement Portugal é crucial, numa perspectiva de orientação de mudança para os jovens da nossa atualidade, que muitas vezes não têm a mentorização adequada. O Change It nesta sétima edição pretende transformar essa realidade. Agitar pensamentos e consciências, fazendo pensar e moldar algumas ideias dos 100 jovens empreendedores europeus que, de 1 a 3 de Julho 2015, se reúnem em Lisboa.

Neste encontro estiveram presentes os ‘Changers’ empreendedores Nick Jones, Manager de Digital Corporate Communications and Corporate Responsability work na Visa Europa; Hans Nicolai Ludesgaard, CEO da COOL4SEA startup vencedora da JA Europe Enterprise Challenge 2014; Miguel Santo Amaro, co-fundador da Uniplaces.com, Tim Vieira, Empreendedor e fundador da Special Edition Holding e Sandra Fisher-Martins, criadora do Português Claro.

6ª EDIÇÃO: SER E EMPREENDER

CHANGE IT: “SER E EMPREENDER”

Os tempos resgatam a mudança. Por todo o lado encaramos manifestações da necessidade deste Movimento para a transformação; para a real concretização quando mudamos mesmo alguma coisa nas nossas vidas. Sejam os novos caminhos que se revelam aos nossos olhares e expectativas; sejam os novos modelos sociais que se destacam do estereotipado e se elevam para algo mais profundo, mais actual e mais aplicável ao nosso dia-a-dia.

Ou então queremos pura e simplesmente inspiração. O ligar do click. E foi isso mesmo que voltou a acontecer na 6ª edição do Movimento “CHANGE IT”, na passada quarta feira, na linda cidade do Porto. Pela primeira vez, o Movimento saiu de Lisboa e levou a mudança consigo para o Norte do País. Para desta forma, poder continuar a mudar comportamentos, mentalidades e instigar à mudança de que tanto se fala.

E afinal, quem são estes portugueses que procuram o “CHANGE IT”? São agentes identificados para que isso aconteça, são almas à beira do precipício do conformismo, preparados para dispararem em novas direcções nas suas vidas. Preparados para se deixarem inspirar e para arriscarem.

Nesta nova e tão aguardada edição do “CHANGE IT” voltei a emocionar-me. A ficar sensibilizada pela crença que este projecto já contempla. Por ter mais de 1000 pessoas envolvidas, e 200 pessoas que só neste encontro se juntaram a este Movimento. E se encontraram comigo/connosco neste final de tarde perfeito.

E reunir estes Changers também foi mágico e profundamente transformador. A viagem de carro para o Porto já denunciava esta alegria e esta entrega ao momento. Dalila Carmo, uma actriz de alma e um espirito livre, focava na partilha a importância de:

“Sermos livres para realmente aceitarmos e querermos a mudança.”

E se falamos em ter o ADN certo para colocar em prática as atitudes mais correctas para vencer, as palavras de João Rafael Koehler também não fugiram desse padrão comportamental:

“Eu sempre gostei de arriscar e acha que quem realmente quer mudar, deve sair da sua zona de conforto. Mas ao mesmo tempo, ser capaz de identificar aquilo que realmente deseja.”

Perspectivas pessoais, mas sempre alinhadas na ideia da coragem e de se agarrar novos desafios para crescermos e estarmos preparados para a transformação.

Marta Gonzaga partilhou com os presentes, a viagem de um ano pela Ásia, que vai realizar com a filha, numa espécie de procura de interioridade para a educação familiar e afirmou que:

“Eu vendi a minha casa para poder fazer esta viagem tão especial e sei que até pode parecer uma opção estranha para muitos. Mas o Changer é também aquele que não tem receios, que procura a sua verdadeira identidade e deseja experienciar o Mundo para se afirmar.”

E se o sonho tomou conta deste “CHANGE IT”, Rui Loureiro foi a surpresa do dia, com o seu projecto “Sonhadorismo”. Uma busca pela capacidade de sonhar dos nossos jovens, uma tentativa de exaltar a capacidade de irmos mais além, nas idades em que pensamos que tudo é possível. E eu compreendo tão bem Rui. Também eu sonho muito. Sempre sonhei. Com ou sem ter os pés na Terra, mas sempre com aquela inquietude de quem quer deixar uma mensagem, uma marca, uma reflexão. E sobretudo, explorar o potencial de todos os Changers que andamos à procura. Afinal, o “CHANGE IT” que criei foi a pensar nessa mesma virtude. Em todos aqueles que desejam e procuram a mudança, mas que também querem conhecer as estratégias certas para realizar esse caminho.

E está mesmo a acontecer. E estamos a desfrutar de cada segundo da construção. Muito obrigada a todos os presentes. Juntem-se a este movimento. Descubram mais sobre o projecto em www.anaritaclara.com/change-it/, assim como as imagens, vídeos e testemunhos das outras edições, E ainda, participem no “CHANGE IT CHALLENGE – ESCRITA” que continua à vossa espera. Com mentorização de José Luís Peixoto. Agarrem esta oportunidade e marquem presença nas próximas edições.

E já sabem, continuem a ser verdadeiros Changers das vossas vidas.
Ana Rita Clara
facebook/anaritaclaraoficialtv
instagram/anaritagram

#5 Change it

5ª EDIÇÃO: SER LIVRE – O QUE REALMENTE NOS PRENDE

Falar sobre Liberdade para Mudar poderá parecer algo simples e até na boca do momento. Mas nesta quinta edição do “Change IT”, ficou provado que o caminho para a mudança tem muito mais para construir, do que apenas exibir palavras e vontades. É quase como se uma pequena revolução interior se tratasse. Nesta manhã de 24 de Abril, o espaço foi pequeno para tantas pessoas, rostos anónimos e que reconhecemos, estarem connosco neste encontro. Ficou mais uma vez manifestado a sincera vontade em querer mais, em lutarmos por mais, em nos encontrar-nos com os nossos caminhos.

Fizeram-se ouvir os Changers desta edição tão aguardada, com um Ricardo Costa defensor da mudança com regras bem definidas, “Porque a mudança é milenar e acontece à muito tempo. Não devemos banalizar o que representa a mudança. Para não se tornar uma palavra que a tudo se aplica.” 

Foi uma edição marcada pela conexão clara entre os que procuram este projecto e esta rede, para se inspirarem e se deixarem contaminar positivamente para aquilo que realmente importa.

E muitas parelhas foram feitas, durante duas horas de encontro.

 

Xana Nunes, a carismática empreendedora, afirmou ainda que “Quando no ballet consegui fazer pontas, passei para a ginástica acrobática. Quando consegui fazer os saltos, mudei de novo. A mudança e o sermos Changers nas nossas vidas, também corresponde a termos algo de inquieto dentro de nós.”

São estas perspectivas, vivências e escolhas, que se evidenciaram neste “Change IT”, carregado pelo simbolismo da altura que vivemos e pela necessidade de sairmos da nossa zona de conforto.

Mafalda Arnaulth partilhou entre tantas histórias, que “Não terminei o curso de medicina, porque não era aquilo que eu queria fazer, mas sempre soube que seria um caminho que tivesse uma acção social. Temos de tocar os outros. Só acontece algo, quando provocamos alguma coisa.” 

Tivemos tantas reacções na audiência que se tornou até custoso não termos tempo para mais. Para continuarmos.

Mas não ficaremos por aqui. E temos muitas novidades que protelam o caminho deste projecto para mais do que encontros criativos e reflexivos.

Anunciamos a nossa parceria com a JUNIOR ACHIEVEMENT PORTUGAL, para que os caminhos dos novos talentos e fazedores, se cruzem com estas novas soluções. E criaremos uma rede que procura a mudança efectiva, transversalmente às gerações.

E para além disso, surge agora e pela primeira vez o “CHANGE IT CHALLENGE”. Um início para a mentorização no projecto.

O desafio é colocado no seguimento da data do Dia Mundial do Livro e pretende encontrar os escritores do futuro, os Changers das palavras e da emoção, com o apoio do projecto e do seu mentor convidado, o incrível escritor, José Luís Peixoto.

Só têm de nos enviar a vossa candidatura, com os dados pessoais, motivações e um texto entre 5000 e 10000 caracteres, num tema à escolha, para o email changeit@anaritaclara.pt.

Teremos momentos e oportunidades únicas à vossa espera. E a mentorização para um novo futuro, com o Changer seleccionado.

Esta edição foi marcada ainda por uma componente ainda mais sólida deste projecto, que cresce a cada dia que passa. E para Linda Pereira, também uma das Changers desta edição, “Não devemos nunca deixar de sentir o valor da cultura de missão. De pregar a boa atitude com o próximo e com aquilo que não queremos para nós mesmos. Esse é o caminho para a realização e mudança.

E para terminarmos com muita emoção e em jeito de celebração desta data tão importante, falou-se de liberdade, de fazer escolhas, de termos Mundo, do educar para o respeito e autonomia, de não termos medo de arriscar. E sobretudo de nos relembrarmos do foco, da disciplina e do lugar do nosso próprio sentido.

Mafalda Arnaulth no final do encontro entregou-nos a sua voz, num à capela lindo, que incendiou a sala. E nos marcou profundamente.

Também anunciamos com muita prazer que em Maio, o “Change IT” sai de casa, para a rua, para o Norte e para o resto do País. Este projecto que defende e instiga à mudança, pretende chegar e tocar todos, em todos os pequenos centros do nosso País.

Obrigada a todos pela presença neste Change IT.

E continuem sempre connosco. Sem dúvida que o caminho segue em frente, mas juntos.

E não se esqueçam de SEREM SEMPRE CHANGERS NAS SUAS VIDAS.

#5 Change it

change-it-2

4º EDIÇÃO: QUERO ACREDITAR

change-it-1

Hoje o dia era de um frio invernoso, mas no interior do Kaffehaus, no Chiado, o ambiente vivido ultrapassava todas e quaisquer barreiras impostas pelo tempo que se fazia sentir. Numa manhã de partilha, foram trocadas confidências e experiências de quem sabe o que é a necessidade de mudar o rumo à vida. A necessidade de se despedir do confortável, de erguer a cabeça e caminhar em direção ao risco, à aventura e… à mudança!

Numa edição onde Quero Acreditar foi o tema, estiveram presentes vários nomes capazes de nos transmitir um pouco do conhecimento que faz deles verdadeiros Changers. O Kaffehaus encheu e o que foi apenas mais um pequeno-almoço para os que não marcaram presença, para quem foi, a certeza foi só e apenas uma: é destes momentos e destas motivações que precisamos para ganharmos a força e a coragem necessária para sermos aquilo que realmente somos e para lutarmos por aquilo que realmente queremos.

change-it-2

Sofia Lucas, diretora da revista Máxima, e com uma mentalidade absolutamente apaixonante e cativante, já tinha dado todas as provas do espírito criativo e inovador com que foi presenteada ao realizar o projeto 100 Homens, Sem Preconceitos. E foi precisamente com esse tempo que cumprimentou um público sedento de ouvir tudo o que se seguiria. Defendendo que “o que importa é romper preconceitos, abanar consciências”, deu o primeiro passo para o sucesso de uma manhã feita de inspiração.

“Acreditar é não duvidar. Não nos distanciarmos do objetivo. Não temermos as pedras no caminho. Só assim conseguimos a mudança” – Sofia Lucas

Pedro Norton de Matos, empreendedor e dono de uma força, motivação e criatividade dificilmente igualáveis, tirou quaisquer dúvidas que pudessem existir sobre o Changer que é. Acreditando que a paixão é realmente das principais coisas a mover a vida, defende que é o primeiro passo para a mudança. “Estar apaixonado, por pessoas ou por ideias, é o que nos ajuda a fazer acontecer”, afirma. E enquanto fala da importância que dá a ver o brilho nos olhos de alguém enquanto fala daquilo que gosta, vemos como os seus brilham enquanto nos faz ver a todos a importância e a inevitabilidade da mudança.

“A paixão é o mais importante, é o que nos faz percorrer aquela milha extra” – Pedro Norton de Matos

Impossível era ficar indiferente à presença do apaixonado e apaixonante, brilhante e admirável escritor José Luís Peixoto. Quem começa uma apresentação afirmando que “mudança e acreditar são dois combustíveis essenciais daquilo que é estarmos vivos”, deixa imediatamente a certeza de que tudo o que podemos ouvir dele será acima de inspirador. Defensor da paixão e da importância que ela tem para sermos capazes de sermos nós próprios, defensor da importância do autoconhecimento e defensor da mudança inevitável, chega mesmo a afirmar que “a mudança acontece sempre e ou a escolhemos e mudamos com ela, ou somos levados sem nos apercebermos”.

“A nossa liberdade cresce ao acreditarmos e nós crescemos com ela” – José Luís Peixoto

“A mudança é uma coisa que simplesmente acontece, faz parte da própria vida”, afirma Rui Silva. Diretor criativo da agência de publicidade BBDO, só podia ser dono de um espírito criativo direcionado para os outros. Num estilo de humildade genuína e acreditando que é realmente importante a relação que estabelecemos com os outros, completa lembrando-nos que “o facto de nós querermos sair deste desconforto, que é a zona de conforto, é o principal passo para a mudança acontecer”.

“Para a mudança acontecer é muitas vezes preciso chegar à zona de pânico. É aí que surgem as novas ideias.” – Rui Silva

Também Isabel Empis, psicóloga, se juntou ao grupo de oradores de forma inesperada e ajudou a contribuir para uma manhã que se fez de partilha, conhecimento e enriquecimento. O público, participador intensivo e ansioso por transmitir experiências e trocar ideias e formas de vida com os oradores, aliado aos oradores convidados, garantiu que este quarto Change it continuaria a deixar uma marca na vida de por quem lá passou e a criar o bichinho da ansiedade por estar presente numa próxima edição.

change-it-3

“O grande desafio da vida é aproveitar todas as oportunidades, mesmo as de sofrimento, para o crescimento.” – Isabel Empis

Perante tamanho sucesso, inspiração e conhecimento, o desejo que ficou foi só um: mais uma manhã repleta de tanta partilha e abertura de mentalidades.

Agora, é só esperar.

Screen Shot 2015-02-10 at 14.20.12

Inscreve-te para a quarta edição de ‘CHANGE IT’

Screen Shot 2015-02-10 at 14.22.52

Após o destaque do tema ‘Coragem‘, com um Kaffeehaus cheio de emoção e envolvimento, chegou a hora de Acreditarmos ainda mais.

No próximo dia 20 de Fevereiro, os ‘Change It‘ estão de volta com a quarta edição! Inscreve-te!

Para uma profunda comunhão com a necessidade de mudança actual e para continuarmos a reflectir e a promover uma nova atitude nos portugueses.

O tema ‘Quero Acreditar‘ irá servir de mote, para este ‘Change It‘ tão especial. E entre as 10h00 e as 12h00, no Chiado, poderemos encontrar as respostas ideais, para aquilo que realmente procuramos.

Nesta nova edição dos ‘Change It‘ continuaremos a agitar as consciências e a remexer as ideias do presente. O ‘Querer Acreditar‘ torna-se determinante, na condução e realização de um real processo de mudança nas nossas vidas.

Se na edição passada, os encontros resultaram num enorme sucesso, com uma forte adesão por parte do público e com convidados fascinantes, nesta quarta edição, a premissa será a mesma.

Mantendo o nível de excelência e qualidade dos ‘Changers’ convidados, no próximo dia 20 de Fevereiro, entre as 10h00 e as 12h00, no Kaffeehaus (Chiado), teremos connosco nomes impressionantes e vozes da Mudança. A admirável e inspiradora Directora da Revista Máxima, Sofia Lucas, o intenso e apaixonado escritor José Luís Peixoto e ainda, o idealista e visionário Pedro Norton de Matos, serão alguns dos convidados confirmados para esta manhã transformadora.

Screen Shot 2015-02-10 at 14.20.12
Acreditar é um passo indissociável da criação de uma nova realidade e perspectiva. E nesta quarta edição dos ‘Change It’, tenho a certeza de que não vão faltar inspiração, determinação, experiências mágicas e uma partilha contagiantes. Acredito também de que estamos a criar condições, para um Movimento único e efectivamente transformador de realidades.

ENCONTRAMO-NOS NO DIA 20 DE FEVEREIRO.

E JÁ SABEM, CONTINUEM A SER TAMBÉM CHANGERS NAS VOSSAS VIDAS.

03

Changers no #3 Change it!

3º EDIÇÃO: CORAGEM – SERMOS NÓS MESMOS

ARC changerÉ difícil traduzir em palavras tamanha emoção. Na terceira edição do “Change IT”, estes encontros criativos, que desejam provocar a verdadeira transformação dentro de cada um de nós, o sentido cumpriu-se em todos os momentos. O tema “Ter Coragem – O que não nos mata torna-nos mais fortes”, forçou naturalmente a limpeza de ideias feitas e a necessidade de colocarmos o dedo nas nossas feridas, nos medos, nas opiniões ou no dizer que sim, em vez do desejado não.

Foram muitas as viagens e partilhas, numa corrente generosa e genuína sobre aquilo que defendemos como nosso, sobre aquilo que nos torna mais ou menos corajosos. O lugar do arriscar, de falar de Amor, de identificarmos a nossa ousadia e sermos capazes de a levar em diante. Nestes dias de mudança, tudo se tornou real e irremediável.

As experiências dos Changers, com todos os presentes, elevaram a fasquia das emoções à flor da pele durante as duas horas de convívio. José Eduardo Agualusa, no seu jeito afectuoso, falou-nos sobre a capacidade da lagarta se transformar em borboleta. E desses voos apenas serem fruto do seu próprio combate perante o casulo. Tal como nas palavras da inspiradora Isabel Empis, que defendeu a urgência em reconhecermos que não somos os acontecimentos da nossa vida, mas sim a nossa relação com esses acontecimentos. E é nessa Coragem que reside a nossa verdade. Compreendi com clareza a importância do nosso auto-conhecimento, do respeito por aquilo que somos verdadeiramente, sem interferência do sistema imposto. Seremos mais ou menos felizes, na proporção desse mesmo respeito. De fazermos aquilo que nos move e que nos apaixona. A contagiante Fernanda Freitas referia ao longo do encontro várias ideias arrebatadoras. Fica sempre a sensação do privilégio de poder estar perto destas almas transformadoras. Falou sobre aqueles que desejam mesmo a mudança e que arranjam maneira de a concretizar e daqueles que não a desejam profundamente e que arranjam sempre desculpas. E se focamos o aspecto da coragem intrínseca ao nosso ser, Marie France Carrondo também acrescentou algo de marcante. O espaço que colocamos para o respeito do outro, para as dinâmicas da vida, para o respirar da nossa essência mais profunda.

 

Neste “Change IT” a partilha alcançou proporções envolventes e que respiraram o espírito de comunidade, de movimento para a mudança positiva. Lágrimas caíram, vozes fizeram-se ouvir, histórias, vidas, paixões, viagens, experiências, encontros…e a mudança. Esse forte motor de arranque perante as adversidades, ou o dia mais cinzento que vivemos. Nada mais faz sentido, se não for realmente sentido. Forcem-me a ver a verdade, dir-vos-ei que sou mais feliz assim. Rodeada desta humildade, desta sincera entrega aos outros e aquilo que nos preenche por dentro. Mas com uma ideia muito presente e muito real. A de que estes encontros serão sempre mais do que aquilo que se sente, porque promovem a necessidade urgente dos portugueses dos dias de hoje. E a Mudança fica mesmo à distância de um “Change IT”.

Muito obrigada a todos os que estiveram presentes e que já fazem parte deste lindo movimento. Empurram o caminho para as boas escolhas. E aqueles que ainda não descobriram o projecto, fico à vossa espera. E se Aristóteles disse um dia que “A Coragem é a primeira das qualidades humanas, porque garante todas as outras”, talvez seja bom repensarem aquilo que realmente vale a pena. E sejam Changers das vossas vidas.

Ana Rita Clara

Change it #3

 

JOSÉ EDUARDO AGUALUSA
“Temos de ter paixão pelo que fazemos, isso é o caminho certo para criarmos algo fascinante.”
“A escrita também um acto de Coragem.”
“Primeiro a lagarta sonha que voa, depois ganha asas. Há sempre uma lagarta no passado de uma borboleta.”
FERNANDA FREITAS
“Já mudei de cidade, de trabalho, de casa…e, a cada mudança, tudo à minha volta muda. Pode até nem ser fácil, mas tem valido muito a pena…”
“Quem quer mudar, muda. Quem não quer, arranja desculpas.”
“Sou frontal nas palavras que digo e sei que a mudança é o único caminho.”
ISABEL EMPIS
” Somos donos das nossas reacções às nossas emoções, porque não somos os acontecimentos da vida, mas sim a nossa relação com eles.”
“Somos ensinados, formatados, desde que nascemos. Mas o Ser Humano não pertence a caixas e formatos. Mas sim à sua própria liberdade. Paramudar e Ser verdadeiramente feliz.”
MARIE FRANCE CARRONDO
“Toda a minha vida mudei, porque vim para Portugal há mais de 33 anos. E sinto que essa mudança entrou naturalmente na minha forma de ser e me fez bem.”
“Sinto que muitas vezes, as pessoas têm receio em Mudar. Não percebo porquê. Quando chegamos aos 50 anos, ainda continuamos a querer mudar.”